(function(c,l,a,r,i,t,y){ c[a]=c[a]||function(){(c[a].q=c[a].q||[]).push(arguments)}; t=l.createElement(r);t.async=1;t.src='//www.clarity.ms/tag/'+i+'?ref=joomla'; y=l.getElementsByTagName(r)[0];y.parentNode.insertBefore(t,y); })(window, document, 'clarity', 'script', 'ltyk7p2d4a'); Publicações — Lar da Criança de Portimão

Vamos Desfraldar!

Vamos Desfraldar! Com as Salas de 1-2 anos!

A transição da Educação Pré-escolar para o 1.º ano

Estamos na fase final do ano letivo sendo esta uma altura de muita responsabilidade no que respeita à entrada no 1º ano. A situação de pandemia que vivemos deixou os cuidadores sobrecarregados com funções de ensino que são geradoras de grande ansiedade.

Mais do que nunca as preocupações, os medos, as dúvidas dos pais começam a surgir: “Estará o meu filho preparado para o 1º ano?”.

O coronavírus "explicado" às crianças

Informação de mais "à solta" não representa um ganho

Talvez desde a Segunda Grande Guerra, e à escala global, esta será a primeira vez, em setenta e cinco anos, que estamos, de modo muito real, a confrontarmo-nos todos com um vulto de morte que ameaça as nossas vidas, nos atormenta e assusta. Com a particularidade do "inimigo" ser igual para todos nós. Independentemente da "classe" social, do credo, da cor, ou de tudo aquilo que, por vezes, de forma tão insensata, nos separa. E com a ironia deste "inimigo" - que é tão inacreditavelmente mais pequeno que nós mas que, assustadoramente, nos pode matar - surgir numa época em que o individualismo, a indiferença e os discursos de ódio iam surgindo com uma leveza que nos levava a perguntar onde se teria a humanidade desencontrado de tantos de nós.

Devia ser proibido que as crianças mandassem nos pais

Ser o melhor do mundo de alguém e dizer "sim" a tudo o que ele diz não é amar. Porque nunca se faz cerimónia com quem se ama

“Devia ser proibido que as crianças mandem nos pais. Aliás, se as crianças mandam nos pais deviam poder votar. E, mais, deviam, ter uma palavra - muito preciosa! - sobre poderem não ir à escola. E para recusarem dar um salto ao dentista. E para pôr a sufrágio a necessidade, inquestionável, de lavarem os dentes, todos os dias. E, deviam, ainda, ter opção de escolha a propósito da realização dos trabalhos de casa. E sobre a necessidade de irem para a cama, na "hora das crianças", sem direito a verem desenhos animados, até se cansarem. E já que são madrugadoras aos sábados e aos domingos, deviam poder dormir até às horas que muito bem entendessem, de segunda até à sexta. E deviam não ter de sentir que é obrigatório comerem a sopa, antes da sobremesa.

Logo Lar

Estamos em várias redes sociais
e poderá procurar-nos através das
ligações presentes no cabeçalho desta página

Horário

  • Seg-Sex07:45-19:30
  • Sábado Fechado
  • Domingo Fechado
  • Feriados Fechado

Entre em Contacto

Entre em contacto connosco,
teremos prazer em recebê-lo.

  • Av. Miguel Bombarda
    8500-299 Portimão
  • Sede: 37.134214,-8.538142
  • Ouriva: 37.1671373,-8.5363377
  • (+351) 282 410 540 (rede fixa nacional)
  • geral@lardacrianca.com
We use cookies

Consentimento

Este serviço utiliza cookies para melhorar a sua experiência de utilização. Ao prosseguir com a utilização deste serviço, concorda com a nossa política de utilização de cookies.